Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

A primeira traição

Alguém disse que passamos metade da vida a viver e outra metade a recordar, pois eu já estou na 2ª partemas recuso deixar de viver

 

Tinha 8 anos. Sempre detestei contas de dividir, simplesmente porque nunca consegui perceber porque se dizia.." ..em tantos quantas vezes há tantos.." ou porque tínhamos de acrescentar vírgulas e zeros, nada fazia sentido. Eu tinha de entender. Só muito mais tarde , já professora, percebi porque se diziam tais coisas e nunca permiti que aluno meu saísse sem perceber as contas de dividir, (hoje chamamos operações e não contas).

Antes de entrar na sala pedia sempre a alguém , para me deixar ver se as minhas divisões estavam bem feitas. Num desses dias uma das minhas colegas disse:

"_Vou dizer à professora que copiaste."

Comecei a tremer, nervosa, sem saber o que fazer, até que me lembrei de lhe prometer um postal que ela gostava muito, a troco do silêncio. Ela concordou e fiquei aliviada.

Chegou a minha vez de mostrar os trabalhos de casa.

De repente ouço uma voz : "_Professora , ela copiou as contas".

Eu não queria acreditar...ela traiu-me...

Mas o pior estava para vir. A professora perguntou se era verdade.

Vi lentamente a gaveta da secretária a abrir-se e sair uma régua. Aquele gesto durou uma eternidade, eu nunca tinha levado uma reguada, o coração parecia saltar, aquilo não estava a acontecer...

Desatei num pranto a que nunca ninguém tinha assistido e pedi:

"_Professora desculpe, prometo nunca mais copiar, por favor não me bata"

O silêncio era brutal, a régua foi colocada lentamente na secretária.

Não foram feitas mais promessas, a professora nada mais disse, ela percebeu o quanto tinha sido verdadeira a minha promessa.

 

Dias mais tarde, a minha mãe com um sorriso disse-me:

"- Gostei que tivesses pedido desculpa..."

Ela conhecia-me muito bem, sabia o quanto eu era orgulhosa, pedir desculpa era o que mais me custava fazer. Não deu importância á traição, ficou contente porque a filha tinha começado a aprender o significado da palavra HUMILDADE

 

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil