Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

A minha cruz

Deram-nos uma folha de papel e tintas, podíamos utilizar a técnica que quiséssemos. Estávamos na Páscoa, o tema era esse.

Na altura andava entusiasmada com a técnica do canivete,(se fosse hoje seria com uma espátula).

Lentamente fui raspando com cores mais ou menos fortes o meu Cristo. Inconscientemente talvez tivesse pensado que Ele estava  lá, bastava raspar e aparecia.

Uma cabeça  coroada de espinhos  inclinada para o lado direito, olhos fechados e uma lágrima a rolar no rosto ,davam-lhe um ar sofrido como sempre me tinha habituado a vê-Lo.

Em tons rosados misturados com uns riscos avermelhados, fizeram nascer o tronco rectangular.

Da parte superior surgiram os braços , que mais pareciam duas varetas de  guarda chuva empenado. Da parte inferior duas pernas finas, tortas, terminavam juntas com um borrão de tinta preta, fazendo crer que era um prego.

Finalmente a cruz...atirei-me aos tons acastanhados e rapidamente dois rectângulos surgiram por detrás da cómica figura do meu Cristo.

Retoquei a boca descaída, os pregos das mãos, no peito dois pontinhos vermelhos, mais uma camada espessa de tinta para fazer os nós da madeira e a minha obra estava terminada.

Orgulhosa do meu trabalho, levantei-me, mostrei-o á professora e ás colegas, esperando palavras de apreço como..."-tão lindo!!" ou " -tens tanto jeito!!!", mas não... risos contidos e depois algumas gargalhadas soaram-me como uma  chicotada. Alguém ainda se atreveu a dizer: "-Parece um pinóquio!" e "-Tão magrinho!"

Sentei-me desolada e triste com a sensação que era eu que naquele instante carregava uma cruz bem pesada.

Escrevi o nome e a idade (10 anos) e a minha obra de arte juntamente com as das outras colegas foi colocada dentro de um envelope e foi enviada para participar num concurso, cujo prémio seria uma enciclopédia com a qual sonhava há muito.

Vieram as férias e depressa esqueci a minha cruz.

-Ganhaste, ganhaste...

-Mas ganhei o quê?!

-O teu Cristo ganhou!!!!

 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil