Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Sem palavras

Faltam-me sempre as palavras quando mais preciso delas.

Fico de olhos bem abertos na esperança que eles possam dizer o que a boca não sabe.

Vezes há, que diga o que disser, tudo será insuficiente para  expressar o que sinto.

Gostava que, num passe de mágica, a voz se calasse e os desejos, os sentimentos , os sonhos, os projectos...aparecessem numa tela e não tivesse a tarefa inglória de fazer-me entender com sons que um dia inventaram e que sou obrigada a usar.

E se não dou a entoação certa quando quero dizer que amo, que tenho saudades ou que estou feliz?

E se em vez de sussurrar, sair um barulho mais ou menos desafinado e nada oportuno?

E se quiser dizer que estou triste sem parecer uma banda sonora entrecortada com acordes desafinados? 

E se pacientemente  quiser ensinar algo  e da minha garganta sair um som monocórdico que te deixa entediado e a pensar como te hás-de ver livre de uma prosa que não tem nada a ver contigo?

E se as minhas palavras não tiverem a cores com que gostava de pintar a descrição mais bonita de um lindo pôr do sol?

E se por acaso um dia trocar o porquê por mas, ou o não por talvez?

Resta-me a esperança de que um dia se perceba, que as palavras de carinho, ternura, amizade, amor, conforto, solidariedade...que não  disser, são aquelas que sempre  quis dizer.

Sem palavras.

                       

                             

9 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil