Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Que vergonha!

Depois de longas horas metida num avião cheguei ás sete horas e trinta minutos ao aeroporto de Amesterdão.Fomos obrigados a fazer check -out, sair para voltar a entrar de novo  e regressarmos a Lisboa.

Meia ensonada, cansada, nem me lembrei do que tinha na mochila.Tantas vezes tinha passado pelo mesmo, sem ter acontecido nada de anormal, que encarei tudo com a mesma descontracção de sempre.

Desta vez tudo aconteceu de uma maneira bem diferente do habitual.

Já na fila, chegou a minha vez de colocar a mochila no tapete e qual não é o meu espanto quando ouvi alguém dizer:

- Pode abrir a sua mochila por favor?

Sem nada suspeitar, corri o fecho e abri-a, mas sem meter a mão no interior.

Ele olha para mim com ar sério e pergunta:

-Costuma começar a beber logo de manhã?

-Eu? Não, claro que não- respondi espantada , sem entender o motivo de pergunta tão disparatada.

- Ai não?! Ao mesmo tempo levou a mão ao interior da mochila e eis que, presa nos dedos indicador e polegar, aparece uma garrafinha de vinho tinto, que eu bebi ao jantar e que nem acabei. Levantou-a bem alto para as quatro ou cinco filas de passageiros verem bem.

- Então o que é isto? Não me diga que não bebe... e começa cedo...hem?!

-Mas eu só bebo á refeição, coloquei a garrafa aí para poder comer mais á vontade e nunca mais me lembrei de tirá-la.

A voz saiu entaramelada, as pernas tremiam, devo ter ficado bem vermelha, olhei ao redor e toda a gente tinha os olhos postos em mim

Vendo a minha aflição, o rapaz não aguentou mais e sorriu. Foi então que percebi que ele não tinha levado a coisa muito a sério. Colocou a garrafa no lixo e disse com ar trocista:

- Vá lá... pode seguir...mas veja se  perde o hábito de começar a beber logo de manhã.

Olhei em volta já refeita de tamanha vergonha e vi que toda a gente sorria.

Eu sei que aquele momento serviu para atenuar e aligeirar o cansaço da dura viagem que todos tinham feito, mas escusava de ser eu a vítima.

 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil