Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Um ano depois...

 

Passou um ano, parece que foi ontem. Estava sozinha no meu canto quando a minha amiguinha Di me sugeriu que criasse um blog. Nunca tal me tinha passado pela cabeça, nem fazia a mínima ideia como o devia fazer. Passo a passo lá me foi ensinando a preencher tudo o que era necessário  para dar vida ao Cantinho da Manu, o nome também foi ela que sugeriu e aceitei porque era uma das duas únicas pessoas que me chamavam Manu.

 

Sempre sonhei escrever um diário, nunca o fiz,  porque sempre tive medo que alguém descobrisse o que eu tão ciosamente pretendia esconder e agora ironia das ironias , eis-me aqui, publicamente, desnudando-me, expondo-me, abrindo  o meu coração, contando retalhos da minha vida, partilhando alegrias, tristezas, amores e desamores, pensamentos, enfim tudo o que me vai na alma.

 

Não estou arrependida e hoje penso que se tivesse optado pelo diário as folhas amareleceriam e alguém um dia apenas teria o trabalho de colocar mais uma velharia no caixote do lixo.Também aprendi a partilhar, ensinaram-me que os outros são o espelho de nós próprios e que o que gostamos ou não gostamos, reflecte o que queremos manter escondido e que dificilmente ousamos admitir como defeitos que não queremos aceitar.

 

Por vezes penso que deveria dar outra imagem, falar de assuntos mais objectivos, que reflectissem o que penso da sociedade, do mundo, das pessoas, talvez fazer críticas construtivas aos acontecimentos que se vão desenrolando neste nosso pequeno mundo, mas confesso que, por enquanto, não sou capaz e há gente que o faz na perfeição.

Vou continuar a falar de mim, do que penso, da minha vida, do que aprendi, do que de bom e mau fez de mim a pessoa que hoje sou.

 

Quero aprender a aceitar-me, trabalho árduo, eu sei, mas por ser difícil e por gostar de desafios aqui vou deixando um pouco de mim, sem pensar se é bom e se parece bem.

 

Continuo sem me arrepender da frase de Budha que escolhi " Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um, quando partilham ideias cada uma volta com duas" , porque neste meu blog a partilha tem sido uma constante.

 

Para além dos comentários dos amigos e amigas que me visitam e tão carinhosamente me tratam, quero agradecer a foto da mão que o meu amigo Rolando me ofereceu, para além da mão , têm-me oferecido um apoio incondicional, ao Jorge Soares que me sugeriu a criação de um blog de fotos e com uma enorme paciência me ensinou tudo o que existe no meu olhar e como se isso não bastasse convidou-me a participar no Clube da Leitura. Ao Lovenox que me levou para a  esplanada mais famosa de Portugal e para a minha sobrinha com quem tiro dúvidas e peço opinião sobre alguns posts que pretendo publicar, porque sei que ela é sincera e se não gosta diz abertamente e com toda a franqueza o que pensa.

 

Meus amigos, minhas amigas, adorava colocar aqui todos os vossos nomes, acreditem, mas isso seria uma tarefa demasiado árdua, não ficam aqui escritos , mas estão sempre gravados no meu coração com muita amizade e debroados com um enorme sorriso.

Não costumo publicar aqui os selinhos que tão carinhosamente me oferecem , mas hoje não resisto a mostrar um que me foi enviado pelas minhas queridas amigas Libel e Onix.

 O meu blog não é de ouro , os meus amigos esses sim são de ouro.

 

Estive ausente nesta época de Natal e Ano Novo, ainda não visitei ninguém , é o que vou fazer já, já... aproveito para desejar a todos um óptimo 2010.

 

Há um ano atrás estava no meu canto, estes dias...IMAGINEM...estive em Toronto, nas cataratas de Niagara e em Nova Iorque onde fui uma entre um milhão de pessoas em Time Square a dar as boas vindas ao novo ano.

Amanhã, depois, ou daqui a um ano , não sei se estarei por aqui, a vida é sempre imprevisível, apenas hoje, só hoje e neste momento agradeço  e tal como dizia John Lennon:

 

 

"You may say,
I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day
You'll join us
And the world will be as one"
 

 

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil