Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Hoje há festa no jardim dos girassóis!

O dia amanheceu calmo. Uma pequena brisa fazia ondular suavemente os girassóis, que rodeavam a casa da Libelinha.

Uma imensa mancha amarela, salpicada de folhas verdes, reflectia os primeiros raios de Sol. O silêncio próprio de um amanhecer que fazia adivinhar um dia tranquilo, era apenas interrompido pelo suave piar dos pássaros que faziam voos rasteiros, procurando alguma minhoca desatenta.

Libelinha adormeceu tarde porque decidiu dar um ar ainda mais alegre e primaveril ao seu cantinho. Colocou cortinas novas nas janelas, á porta vasos de malmequeres e amores perfeitos ladeavam um pequeno carreiro que circundava a pequena casa. A sala onde se aninhava todas as noites, também parecia diferente. Sacudiu os tapetes, varreu, limpou o pó, mudou de sítio algumas fotos que expunha aqui e ali. Lençóis coloridos debruavam a cama onde agora dormia. Na cozinha ainda se sentia o cheiro da tarte de amêndoa que era a delícia de quem a visitava. A galinha em louça lá estava, guardando alguns ovos que tinham sobrado.

Pouco a pouco o campo de girassóis, outrora amarelo, começou a ser salpicado de outras cores que vieram em segredo fazer-lhe uma surpresa. Vieram de todo o lado, algumas atravessaram o mar e fizeram questão de também hoje se fazerem presentes. Caminhavam cautelosamente, avisando-se umas ás outras quando faziam algum ruído que as denunciasse.

A amizade vinha de rosa, a simplicidade preferiu o branco, a alegria fez questão de escolher um vestido bem colorido, o sorriso e a gargalhada que eram gémeas vieram de azul, o amor preferiu o vermelho, sabia que seria facilmente identificável com essa cor que toda a gente associava ao coração e ao sentimento mais nobre. A cumplicidade teve alguma dificuldade nas escolhas, já que se identificava com todas as suas amigas, mas decidiu-se pela cor violeta. De repente do amarelo da paisagem surgiu um arco-íris.

Lentamente aproximaram-se da casa e todas em uníssono gritaram:

-Libelinha acorda!

Estremunhada, levantou-se estranhando aquele barulho enorme, que contrastava com o silêncio a que estava habituada, ainda pensou que tivesse sido um sonho, mas de novo as vozes se fizeram ouvir:

-Libelinha acorda!

Caminhou em direcção a janela e abriu-a de par em par...foi então que de boca aberta, sem conseguir articular palavra ouviu um coro dizendo:

Parabéns Libel!

Emocionada, deixou que uma lágrima teimosa rolasse, mas de imediato um enorme sorriso se estampou no rosto e abrindo os braços envolveu todos os que hoje se lhe juntaram para comemorar mais um aniversário.

 

 

Um dia recebi aqui no meu canto um bilhete que guardo carinhosamente e que mostra toda a nobreza de alma e o enorme coração da minha amiga. Dizia assim:

 

"Sabes uma coisa Manu, eu tenho sempre razão quando desafio esta minha mania de me apaixonar por tudo o que a vida me oferece, vivo na busca de motivos para que o encanto nunca termine. Sim, eu preciso, tenho necessidade de ser encantada constantemente, serão manias??....cheias de razoabilidade, penso eu!!...

Não sei onde quero chegar. Mas sei os caminhos que quero percorrer e sei quem quero levar comigo. Preciso de carinho, de música, de beijo, de abraço, de doce, de ser surpreendida, de emoção. Necessito de aventura, de intensidade, de amor, de paixão, de poesia..., de afagos e de gostar de mim!!..

Quero tudo que é quente, tudo que é gelado. O leve e o pesado. Correr e ficar parada. O oito e o oitenta, sem passar pelo meio termo. O carinho e a cólera. A sensibilidade de um olhar e a química de um toque. Viver para quem merece e morrer de amor. Será pretensão de minha parte??..Não. Encontro sempre uma razão para ser feliz.

Gritar até que ecoe do outro lado do mundo e ficar em silêncio, olhando para ti, para mim, para todos os que nos rodeiam e sorriem para nós. ... Quero mil amores, mil amizades à primeira vista e um milhão de finais felizes. Uma razão sentimental.

É preciso encontrar razão em alguma coisa, lutar pelos objectivos, não deixar de ser, nem de fazer, tão pouco de ouvir, mas sempre no alcance da felicidade. Isso sim eu chamo de ESCOLHA!!..."

 

Parabéns Libel!

Um beijo enorme da tua amiga Manu!

 

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil