Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Atendimento cinco estrelas

Há algum tempo que ando a redecorar uma casa que costumo alugar. Já tem uns bons anitos e precisava de uma reforma no interior.

Meti mãos á obra e passado pouco tempo já estava arrependida de o ter feito, mas já tinha começado , não havia volta a dar. E como sempre á boa maneira portuguesa, ninguém cumpre prazos, ou então dizem que vêm num dia e aparecem dois dias depois.

Tem sido um teste á minha paciência, mas á medida que as coisas vão tomando forma, fico contente por ver que tudo está a ficar como idealizei.

Tenho andado num corrupio; para além de ter de comprar, cortinados, mesas, cadeiras, candeeiros, tapetes  e sei lá que mais, há ainda a preocupação em escolher o mais barato e bonito, duas coisas que são difíceis de conciliar.

Claro que nestas minhas andanças já fui algumas vezes ao Ikea e de todas elas venho com o carro a abarrotar. Para economizar mais uns euros não requisitei os serviços de montagem que esta empresa fornece, porque havia gente habilidosa que o podia fazer...e assim aconteceu.

Na a altura de montar uma mesa de jantar, qual não foi o meu espanto, quando descobri que tinha trazido o tampo de uma cor e as pernas de outra. Lá tive de voltar de novo ao Ikea, um pouco aflita e apreensiva, porque ia sozinha e não sabia se encontraria alguém para me ajudar a descarregar aquele peso enorme.

Dirigi-me ao serviço de apoio a clientes, contei o que se passava e da minha incapacidade de descarregar as tábuas sem ajuda de alguém. Fez um ar de espanto a menina que me atendeu, mas pensou uns segundos e apesar de não ser hábito os funcionários fazerem essa tarefa ofereceu-se para ajudar. Uma batalha estava ganha, respirei aliviada. E carregar? Teria a mesma sorte? Sim, é verdade tive muita sorte, a mesma funcionária, mandou-me sentar e disse-me que ia falar com o colega que me traria tudo sem ser preciso eu mexer uma palha. Esperei alguns minutos e tudo apareceu. Não foi necessário eu pedir ajuda de novo, ela avisou as colegas do que ia fazer e as duas lá fomos carregar a bendita mesa.

Desfiz-me em agradecimentos, louvei a sua prestabilidade e pensei cá para os meus botões que se todas as empresas tivessem empregados assim, teriam mais sucesso, venderiam mais, e não teríamos tantas vezes a desagradável sensação que alguém esteve a fazer um enorme frete em vender-nos alguma coisa.

 

 

35 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil