Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Um pedido ao Papa Francisco

papa.jpg

 

Já que deu provas de ser um papa muito à frente, desejo e peço que tire aquela lenga lenga dos casórios:

- Prometo, amar-te na saúde e na doença até que a morte nos separe.

E porquê este pedido?

Não somos monogâmicos, anda meio mundo a enganar outro meio, tudo cobiça o par alheio e até há alguns que dizem ser solteiros e mais tarde ou mais cedo vem a descobrir-se que são casados e o mais grave é que quando são confrontados negam a pés juntos que não têm ninguém.

A verdade é que durante a semana falam, à noite e aos fins de semana apagam-se, nem sinal deles.

Ressalvo a excepções que são raras.

Salvem os Homens!

UMA MULHER INTELIGENTE FALANDO DOS HOMENS

Tive apenas um exemplar em casa, que mantive com muito zelo e dedicação num casamento que durou 56 anos de muito amor e companheirismo, (1952-2008) mas, na verdade acredito que era ele quem também ...me mantinha firme no relacionamento. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha 'Salvem os Homens!' Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da masculinidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:

1. Habitat

Homem não pode ser mantido em cativeiro. Se for engaiolado, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que os prenda e os que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse ou a propriedade de um homem, o que vai prendê-lo a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente, com dedicação, atenção, carinho e amor.

2. Alimentação correta

Ninguém vive de vento. Homem vive de carinho, comida e bebida. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ele não receber de você vai pegar de outra. Beijos matinais e um 'eu te amo’ no café da manhã os mantêm viçosos, felizes e realizados durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não o deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial. Portanto não se faça de dondoca preguiçosa e fresca ... Homem não gosta disso. Ele precisa de companheira autêntica, forte e resolutiva.

3. Carinho

Também faz parte de seu cardápio – homem mal tratado fica vulnerável a rapidamente interessar-se na rua por quem o trata melhor. Se você quer ter a dedicação de um companheiro completo, trate-o muito bem, caso contrário outra o fará e você só saberá quando não houver mais volta.

4. Respeite a natureza

Você não suporta trabalho em casa? Cerveja? Futebol? Pescaria? Amigos? Liberdade? Carros? Case-se com uma Mulher. Homens são folgados. Desarrumam tudo. São durões. Não gostam de telefones. Odeiam discutir a relação. Odeiam shoppings. Enfim, se quiser viver com um homem, prepare-se para isso.

5. Não anule sua origem

O homem sempre foi o macho provedor da família, portanto é típico valorizar negócios, trabalho, dinheiro, finanças, investimentos, empreendimentos. Entenda tudo isso e apoie.

6. Cérebro masculino não é um mito

Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino, mas não gostam de mulheres burras.
Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente não possuem! Também, 7 bilhões de neurônios a menos!).
Então, aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você se cansou de colecionar amigos gays e homossexuais delicados, tente se relacionar com um homem de verdade. Alguns vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja desses, aprenda com eles e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com as mulheres, a inteligência não funciona como repelente para os homens. Não faça sombra sobre ele... Se você quiser ser uma grande mulher tenha um grande homem ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ele brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ele estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda. Aceite: homens também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. A mulher sábia alimenta os potenciais do parceiro e os utiliza para motivar os próprios. Ela sabe que, preservando e cultivando o seu homem, ela estará salvando a si mesma. E minha Amiga, se Você acha que Homem dá muito trabalho, case-se com uma Mulher e aí Você vai ver o que é Mau Humor! Só tem homem bom quem sabe fazê-lo ser bom! Eu fiz a minha parte, por isso meu casamento foi muito bom e consegui fazer o Fernando muito feliz até o último momento de um enfisema que o levou de mim. Eu fui uma grande mulher ao lado dele, sempre.

Com carinho

 

Fernanda Montenegro



Foi no baile da paróquia

Sempre gostou de dançar e na época ir a discotecas , não era coisa comum e pouco recomendável para uma miúda de dezoito anos. Nunca enquanto esteve sobre a alçada dos pais lhe era permitido dar um pezinho de dança, a não ser quando se escapulia na sua bicicleta para o salão de festas na aldeia e dançava duas ou três vezes com um ou outro moçoilo que a convidava, regressando o mais rápido possível, com o coração aos pulos rezando para que ninguém lá em casa tivesse dado pela falta dela.

Um dia partiu e qual passarinho á solta sentiu-se livre e voou...voou.

Mal ela imaginava que em breve ficaria de novo engaiolada.

 

Ficou de coração aos pulos quando o viu pela primeira vez e num dia de S. Martinho de um ano qualquer ele, rapaz uns quantos anos mais velho de bonitos olhos verdes a convidou para ir ao baile da aldeia que estava em festa... rejubilou de contentamento.

O adro estava cheio de gente que rodopiava ao som da música de um conjunto que se fosse hoje era considerado pimba.

Pela primeira vez sentiu a liberdade na ponta dos pés e sem receios, com um sorriso de felicidade, toda a noite dançou agarrada a ele deixando-se levar pelos braços daquele que a surpreendeu nessa mesma noite com um pedido de namoro.

Ficou boquiaberta, mas no fundo era o que mais desejava, embora contrariasse a ideia de que só se prenderia muitos anos mais tarde, para que pudesse aproveitar a vida e gozar a liberdade que até então lhe tinha sido vedada. O coração falou mais alto e nem pela cabeça lhe passou que namorar já implicava uma outra forma de aprisionamento.

 

Passou um ano e coincidência ou não, precisamente na altura em que se comemorava o dia do mesmo santo onde tinha dançado no baile da paróquia, entrou na igreja pelo braço do seu pai e casou com aquele com quem viria a viver durante longos anos, demasiados, ou talvez apenas os necessários para reconhecer que estava na hora de reconquistar a liberdade perdida.

 

Hoje aninhada no seu canto vive livre e feliz fugindo de todas as aves de rapina que ousem aproximar-se, protegendo o seu coração, que de vez em quando lhe prega algumas partidas e palpita mais forte por uma ou outra ave que se aproxima.

 

Hoje de lareira acesa não haverá dança, talvez umas castanhas assadas e um copo de água pé.

 

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil