Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Um pedido ao Papa Francisco

papa.jpg

 

Já que deu provas de ser um papa muito à frente, desejo e peço que tire aquela lenga lenga dos casórios:

- Prometo, amar-te na saúde e na doença até que a morte nos separe.

E porquê este pedido?

Não somos monogâmicos, anda meio mundo a enganar outro meio, tudo cobiça o par alheio e até há alguns que dizem ser solteiros e mais tarde ou mais cedo vem a descobrir-se que são casados e o mais grave é que quando são confrontados negam a pés juntos que não têm ninguém.

A verdade é que durante a semana falam, à noite e aos fins de semana apagam-se, nem sinal deles.

Ressalvo a excepções que são raras.

La La Land

Depois de saber que o filme La La Land tinha sido tão bem acolhido pela crítica, senti curiosidade e fui vê-lo.
Confesso que inicialmente fiquei surpreendida com o género de filme, mas no final senti que valeu a pena.

É um musical, uma  história de amor criação de Damien Chazelle chega quase como um antídoto para o pessimismo que tomou de assalto os grandes centros urbanos americanos após a vitória de Donald Trump. “La la land”  é uma brincadeira com a abreviação de Los Angeles,

Afinal tinha todos os ingredientes para me deixar bem disposta e com uma admiração enorme pelos principais intérpretes, com óptima música, excelentes cenários e não sendo um filme pesado, deixou-me um pouco triste no final, já que Mia(Emma Stone) e Sebastian (Ryan Gosling), um talentoso músico de jazz, unidos por um grande amor, tudo fazia crer que ficariam juntos no final, tal não aconteceu. Por vezes um pequeno desvio num sonho pode alterar uma vida.

 

A Morte pela Solidão

users-126-12625-lobo-antunes-d1c5.jpg

 

Morrer é quando há um espaço a mais na mesa afastando as cadeiras para disfarçar, percebe-se o desconforto da ausência porque o quadro mais à esquerda e o aparador mais longe, sobretudo o quadro mais à esquerda e o buraco do primeiro prego, em que a moldura não se fixou, à vista, fala-se de maneira diferente esperando uma voz que não chega, come-se de maneira diferente, deixando uma porção na travessa de que ninguém se serve, os cotovelos vizinhos deixam de impedir os nossos e faz-nos falta que impeçam os nossos. 


António Lobo Antunes, in 'Não é Meia Noite Quem Quer'

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D