Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

Cantinho da Manu

"Quando duas pessoas partilham um pão, cada uma volta com um. Quando partilham ideias, voltam com duas." (Buda)

SINCERIDADE

 

 

 

 

 

Ser apenas eu

I    Ignorar aquilo  que nunca fui e começar a ser

Negar o que quero esconder

Coragem para me expor

Existir sem sobreviver

Respeitar-me e respeitar-te

 I   Iluminar caminhos obscuros

Desnudar a alma  

Amar incondicionalmente

Dar sem pedir nada em troca

Esquecer  mágoas  e pedir perdão

 

Nota: texto da minha 1ª participação do desafio em cadeia

publicado às 19:21

Amor é....

 

 

 

 

A Libel http://libel.blogs.sapo.pt/   lançou-me um desafio inesperado, fiquei um pouco atrapalhada, mas o pior foi dar-me um certificado de melhor aluna , mesmo antes de mostrar o trabalho de casa... grande responsabilidade!

Vem isto a propósito de um comentário que lhe enviei e ela respondeu:

Disse ela:

TPC`s para casa: descrever o Amor em cinco palavras começadas por "A"....conta 20% para avaliação.....preparada???...lol..
 

De início pensei pregar-lhe uma partida e responder:

As cinco palavras começadas por "A" para descrever o Amor são:

Amor
Amor
Amor

Amor

Amor

Porque amor não se descreve, sente-se e vive-se.

Como sou uma aluna cumpridora, apesar de não ter as melhores notas, não vou esquivar-me ao desafio proposto.

 

Amor-Alegria de viver, de ser, de estar junto, de partilhar.

 

Amor- Alento nas horas difíceis, uma mão sempre estendida um ombro onde podemos apoiar-nos.

 

Amor-Amizade porque o amor ficará mais forte se houver cumplicidade, diferença de ideias e objectivos em comum, independentemente da atracção sexual.

 

Amor-Afirmação do direito integral e único do ser humano.

 

Amor-Aprender a ser, a transformar, a tolerar, a aceitar, a ouvir , a calar, a compreender, a respeitar, a dar, a receber, a cuidar e a proteger.

 

Se alguém quiser acrescentar mais alguma coisa, estejam á vontade, pode começar por qualquer letra.

 

publicado às 21:39

PS: -Eu amo-te

Oito dias...sim, oito dias sem ver um raiozinho de sol aqui no oeste. O nevoeiro instalou-se por estas bandas, enquanto o resto de Portugal estava a arder (nalguns casos) e com temperaturas que deliciavam os que estão de férias e incomodavam quem tem de bolir.

Este meu cantinho abençoado tem destas surpresas a que já estou habituada. Estava quase a pensar rumar até ao sul, mas hoje, S. Ex.ª o Sol, resolveu aparecer.

Para me entreter enquanto esperava pelo solinho bom arranjei um livro  bem light, nada que me fizesse pensar, mas que me prendesse e se lesse rapidamente.

Escolhi um ao acaso, cativou-me o título; passeei os dedos pelas páginas, o toque era agradável, li uns parágrafos aqui e ali e decidi-me.

Confesso que gostei, por isso deixo aqui  um momento que me tocou especialmente.

 

"Minha querida Holly

Não sei exactamente onde estás ou quando irás ler isto. Espero que a minha carta te tenha encontrado bem e feliz. Há não muito tempo murmuraste-me que não conseguirias viver sozinha. Tu podes, Holly.

És forte e corajosa e podes ultrapassar isto. Partilhámos alguns momentos maravilhosos juntos e tu tornaste a minha vida...fizeste a minha vida. Não tenho nada a lamentar, mas sou apenas um capítulo na tua vida, haverá muitos mais.

Muito obrigada por me teres dado a honra de ser minha mulher. Por tudo te fico eternamente grato.

Sempre que precisares de mim, sabes que estou contigo.

 

O meu amor para sempre

Do teu marido e melhor amigo

Gerry

 

PS: Prometi uma lista, por isso aqui está. Os sobrescritos devem ser abertos exactamente de acordo com os rótulos e tens de lhes obedecer. E lembra-te, estou a vigiar, por isso vou saber...

Poupa algumas nódoas negras e compra um candeeiro de mesa- de- cabeceira

PS: Eu amo-te"

 

Durante dez meses Holly abriu todas as mensagens que o marido lhe tinha deixado e conseguiu superar a dor da sua partida tão prematura

publicado às 22:40

A melhor resposta

 

No intervalo de uma mesa redonda sobre religião e paz entre os povos o teólogo brasileiro Leonardp Boff perguntou a Dalai Lama:

- Santidade , qual a melhor religião?

Dalai Lama esboçou um sorriso e respondeu:

- A melhor religião é aquela que te aproxima do Infinito, que te faz melhor.

Leonardo Boff, ficou perplexo com a resposta, porque pensava que ele ia dizer que a melhor seria o Budismo Tibetano.

- A que me faz melhor?!

- Aquilo que te faz mais compassivo, aquilo que te faz mais sensível, desapegado, amoroso, mais humanitário...mais ético.

A religião que conseguir fazer isso de ti é a melhor religião.-respondeu Dalai Lama

Boff nunca mais esqueceu esta resposta sábia e irrefutável.

 

Não importa se temos ou não temos religião, o que realmente importa é a nossa conduta perante a família, a comunidade e o mundo.

 

O Universo é o eco das nossas acções e dos nossos pensamentos.

A lei da Acção e Reacção não é só uma lei da Física, ela também está nas relações humanas.

Se fizer pelo bem , receberei o bem, se fizer pelo mal, receberei o mal.

Já os nossos avós diziam: " Terás sempre o dobro daquilo que desejares aos outros."

 

publicado às 19:37

Amar incondicionalmente

Há uns tempos atrás assisti a uma palestra dada por um monge budista e a certa altura ele perguntou:

"-O que é para vocês o amor?"

Ficámos a olhar uns para os outros, sem saber o que responder, apesar da resposta ser aparentemente fácil.

Alguns responderam, mas sentimos que todas as opiniões ficaram aquém do verdadeiro significado desta palavra que todos usamos tão frequentemente, que corremos o risco da banalizar.

Em vez de nos dar uma definição usou um exemplo.

Disse ele:

-Imaginem que namoravam e que uma das pessoas um dia chegava junto da outra e dizia:

- Encontrei uma pessoa por quem me apaixonei...

Há duas reacções possíveis: a primeira e mais comum, é chorar, gritar, implorar, ficar com raiva, cobrar,ameaçar, dizer que não se merecia uma coisa daquelas, etc.

A segunda e a mais difícil de pôr em prática é:

_ Eu amo-te tanto que quero ver-te bem, se encontráste alguém que te faz mais feliz , vai.

Segundo ele, "Amor" não é apego , nem posse, o verdadeiro amor é querer que a outra pessoa seja muito feliz, mesmo afastada.

Houve um profundo silêncio e concluímos que amar incondicionalmente é  o desafio mais árduo das nossas vidas.

 

Dá que pensar....

publicado às 16:46

18 de Abril de 2009

Há uns anos atrás entrou na minha vida.

Iluminou-a, deu-lhe cor, alegria...

Nunca mais os meus dias foram iguais.

Ele é a paz, a doçura, a serenidade, a ternura e o amor da minha vida.

O meu filho!!!!

Sentamo-nos , bem aninhadinhos no sofá, rimos, contamos os nossos segredos, as nossas alegrias,  as tristezas, partilhamos ideias, damos conselhos um ao outro...

Descreve-me as aventuras da última viagem que fez, mostra-me  fotos e por fim abre as malas.

O que mais me alegra é que venha donde vier, seja do país mais bonito, do mais quente, com águas límpidas, ou o mais exótico..mal entra em casa, diz: "-Cheguei ao Paraíso!"..

Não vou falar mais dele, eu sei que sou uma mãe "babada", mas que foi a melhor prenda que a vida me deu, isso sem dúvida.

Teve a sorte de encontrar pessoas que ao longo da vida o ajudaram a ser a pessoa que hoje é.

Recordo e agradeço a algumas delas que foram parte importante no seu desenvolvimento e na formação do seu carácter.

Ao pai que sempre lhe incutiu valores muito importantes e sempre esteve atento para que não houvessem desvios.

Ás minhas grandes amigas, Célia e Olga, que me ajudaram a cuidar dele, lhe contaram histórias, brincaram, passearam e que foram "mãe", quando o meu trabalho não me permitia estar sempre presente..

Ás primas, Lara e Mónica, que mesmo longe eram o porto de abrigo quando se encontravam.

Á Maria João e á Paulinha que tantas vezes o levaram á praia,  cuidaram dele e a quem ele carinhosamente chamava "meninas", ou dizia. "-Mamã vou às meninas", hoje já adultas continuam a ser as meninas.

Aos grandes amigos, Filipe, Rodrigo, Raminhos..e tantos , tantos mais, que o têm acompanhado ao longo dos anos, e que têm sido de uma amizade e cumplicidade a toda a prova.

Finalmente  às colegas de viagens , Elizabete, Filipa, Telma,  Alida Diogo, Rui... companheiros de trabalho, de aventuras e que minimizaram a saudade de casa quando estava longe; pessoas impecáveis que tive o prazer de conhecer e de concluir que até nisso teve sorte.

 

18 de Abril, mais um aniversário!

Parabéns meu filho!

 

                                                           

publicado às 00:54

VICKY CRISTINA BARCELONA

                                              

Vicky  Cristina Barcelona é uma comédia dramática, rodada grande parte em Barcelona, cidade que tive oportunidade de visitar.

Foi agradável rever alguns lugares que visitei nomeadamente a Catedral da Sagrada Família ,bem como grande parte da obra de Gaudi e Miró.

Comecei a ver este filme para passar tempo e nem criei grandes expectativas ácerca do conteúdo.

Fiquei surpreendida e voltei a vê-lo de novo com mais calma e reflectindo sobre algumas questões que têm a ver com os relacionamentos , o amor  as paixões, o casamento...

Resumidamente o filme relata-nos a história de duas jovens americanas que vão passar os meses de Julho e Agosto a Barcelona acabando por envolver-se com um pintor extravagante e com a sua ex- mulher (Penélope Cruz), uma pessoa neurótica e emocionalmente instável.

Deixo aqui algumas afirmações que vi neste filme e me deixaram a pensar e algumas questões que deixo no ar.

 

...só o amor incompleto pode ser romântico...

O que será um amor incompleto?

...o nosso amor é eterno , mas não dá certo...

Será que não dá certo por ser eterno ou porque não é amor?

...o amor é tão difícil de definir...

Quando se ama alguém procuram-se definições?

...andamos á procura de uma definição mágica , que não a realista...

Será o amor uma realidade definível, objectiva, capaz de ser provado , como se de uma ciência se tratásse?

 

Na música-tema "Barcelona" de Giulia & los Tellarini a dada altura pergunta-se:

"por que tanto perder-se/ tanto buscar-se/ sem encontrar-se?"

 

Gostei do filme e recomendo.

 

 

 

 

publicado às 20:25

Dentro da minha mala

 

                                    

                                        

 Tenho várias malas, umas grandes, outras pequenas, rígidas, semi-rígidas, de cores diferentes,  conforme o sítio para onde vou viajar assim escolho a mala que melhor se adapta. No entanto há uma que anda sempre comigo, abro-a muitas vezes, tiro umas coisas, coloco outras, por vezes fecho-a com cadeado, não vá alguém atrever-se a " cuscar" ou mesmo roubar algumas jóias que me atrevo a colocar lá dentro, sim, porque nos dias que correm, viajar sem ter alguns cuidados pode provocar danos graves. Protejo bem esta mala, não quero vê-la amachucada, nem suja. é sem dúvida a minha mala preferida.

Hoje apeteceu-me dar uma vista de olhos nalgumas coisas que lá tinha arrumadas.

Mal abri, o amor que há muito estava atado sem se poder expandir , saltou logo, tomou novo fôlego, os meus olhos brilharam, sorri e deixei-o envolver-me.

A amizade essa olhou-me com um ar de poucos amigos e reclamou porque continuava a ter o mesmo espaço e os amigos aumentaram.

O carinho e a ternura inundavam a mala toda, aproveitavam cada espacinho vazio e aninhavam-se .

A compaixão estava a um cantinho meia envergonhada.

A raiva estava escondida, tratei logo de a pôr no lixo.

O medo estava disfarçado entre a ternura e o carinho, não tive ainda coragem de o deitar fora, mas a seu tempo vou desfazer-me dele.

Qual não foi o meu espanto quando descobri o rancor, pensava que já  me tinha livrado dele,

decidi que era hoje que mandava o malvado para bem longe.

Descobri ainda o ciúme, a verdade, a força, a auto-estima, a tolerância, a saudade...tanta coisa!!!

Está a ser difícil deixar só o que  preciso para ser feliz.

Quero um dia abrir de novo esta mala e ter coragem de me livrar de coisas que ainda  a tornam  muito pesada.

Até lá vou ver se consigo arranjar um pouco de paz e equilíbrio para substituir alguma tralha desnecessária que ainda enche a minha malinha vermelha.

 

 

 

publicado às 15:12

Mais sobre mim

imagem de perfil